quarta-feira, janeiro 26, 2011

"Encerramento" de Escolas Particulares


Confesso que não estou muito por dentro deste assunto, mas pelo que vou ouvindo e vendo nos noticiários, existe algo que não me cheira lá muito bem. Parece que devido a uma nova portaria da tutela que determina que o apoio a escolas particulares com contrato de associação seja de 80.080.000 euros por ano e por turma, uma verba inferior em cerca de dez mil euros ao reclamado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo (AEEP), estas escolas não têm condições para continuarem a funcionar. Começo a pensar quantas serão as escolas publicas que têm este tipo de financiamento por ano e por turma. Na minha escola, foi-nos pedido para que tivéssemos cuidado com o número de fotocopias que tiramos porque as SREC não tem "papel" para todos. Se, na minha escola recebêssemos 80.080.000 euros por ano por turma, teríamos um orçamento anual de 1121.12.000 euros. Todos os nossos problemas de infiltrações e falta de pessoal e de espaço físico ficariam resolvidos.
É certo que a excepção não faz a regra, mas todos sabemos que a equitação, a construção de piscinas, o golf, o tenis e outras mordomias existentes nas escolas privadas, são quase sempre financiadas pelos contribuintes. Assim, pelos erros de algumas escolas elitistas, pagam as outras. Os encarregados de educação destes alunos, que ontem e hoje se manifestam contra estas medidas, têm boa solução: coloquem os vossos educandos em escolas públicas. O ensino é tão bom ou melhor do que nas escolas privadas mas, em contrapartida, terão de se misturar com a populaça.
Se querem que os seus filhos frequentem estas escolas, então paguem a sua educação na totalidade.

P.S - Coloco aqui uma opinião de um leitor do jornal SOL, só para que todos tenham a noção da opinião da maioria dos encarregados de educação das crianças que frequentam estas escolas:


" É no que dá viver num país de parasitas esquerdistas aliado ao facto da hipocrisia por cá ser gigantesca. Um euro no sector privado é muito melhor aproveitado que 5 no sector público da parasitagem! Ainda bem que os imbecis da função pública estão com dor de corno pelos cortes nos seus vencimentos, mesmo como seja o daquela professora que ganhava 1900 euros por mês!"

In Sol - quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

1 comments:

Blogger Marisa said...

"Em Vila Real, a Escola Secundária Camilo Castelo Branco está sem caldeira de aquecimento há vários dias e os alunos queixam-se de falta de condições. As portas da escola estão abertas, mas não há aulas porque os alunos estão em protesto em frente ao estabelecimento de ensino e à autarquia."

Uns com tanto, outros...

quinta-feira, 27 janeiro, 2011  

Enviar um comentário

<< Home